Auditoria e Avaliação

A Auditoria de um projeto mineiro pretende analisar o seu desempenho nos termos e nas circunstâncias em que está delineado, podendo ainda definir ações que permitam melhorar e otimizar o seu desempenho técnico-económico.

O plano de trabalhos envolve, em regra:

  • Análise de contexto, que tem como principal objetivo realizar um diagnóstico do enquadramento legal do projeto ao nível das diversas licenças exigidas, obrigações ambientais e laborais, infraestruturas e enquadramento social e político;
  • Geologia e estimação de recursos, onde são analisados elementos de projeto como a interpretação geológica, a qualidade da amostragem que a suportou, e o procedimento aplicados no cálculo de recursos;
  • Exploração e cálculo de reservas, onde se analisa todo o projeto mineiro, de exploração e de tratamento, no sentido de validar o teor de corte e as reservas estimadas;
  • Análise económica, que tem como objetivo aferir a viabilidade do projeto, atendendo aos custos operacionais e de investimento e às receitas expectáveis, e uma vez considerados aspetos de natureza regulamentar, social, ambiental, logística, técnica e de mercado. A análise tem por base o apuramento do Valor Atual Líquido (VAL) e da Taxa Interna de Rentabilidade (TIR) do Investimento, podendo considerar as características atuais do projeto ou cenários alternativos que venham a ser definidos numa perspetiva de otimização, incluindo sempre uma análise de sensibilidade a variáveis relevantes;
  • Plano de ações propostas, que resulta da análise crítica das opções de projeto, com implicações ao nível dos custos operacionais e dos investimentos, tendo em vista a melhoria do seu desempenho técnico-económico.

O Estudo de Avaliação Económica é importante como documento de suporte em transações e em operações de financiamento nos mercados.

 

CONTACTAR